Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Tuesday, 25 de April de 2017

Claudeir Policarpi da Silva

Gravidez: teste de farmácia é realmente seguro?

Ao notar o atraso menstrual a primeira dúvida entre as mulheres ativas sexualmente é a gravidez. Uma forma prática de identificar se é positiva ou não a gestação é por meio do teste de gravidez que pode ser adquirido na farmácia. No entanto, existem chances do teste apresentar um resultado falso?

Primeiramente é preciso compreender como funciona esse tipo diagnóstico gestacional. A análise da urina, popularmente conhecido como teste de farmácia, detecta a quantidade de HCG no organismo, hormônio produzido somente durante a gestação. Os fabricantes do teste afirmam que as chances de acerto são de 97 a 98,5%, embora seja raro dar errado esse tipo de análise, pode ocorrer com estimativa de 0,5% dos casos.

Para o portal Trocando Fraldas, site especialista em maternidade, existem algumas situações que podem interferir no teste de gravidez e apresentar falsos diagnósticos, como:

· Ter sofrido um aborto recente, pois o hormônio HCG pode permanecer por um tempo no organismo;

· Casos de infecção urinária;

· Consumo de medicações que estimulam a fertilidade feminina, como exemplo o ovidrel, entre outros.

· Dificuldade do teste de detectar o hormônio HCG, por estar num nível baixo;

· Ingestão excessiva de líquidos antes do teste, neste caso pode alterar a composição da urina e dificultar a precisão.

Uma dica ao realizar o teste de farmácia é utilizar a primeira urina do dia, assim que acorda. Por conta da ansiedade existem casos do teste antes mesmo do atraso menstrual. É recomendado aguardar no mínimo 15 dias de atraso, para depois utilizar o método ou confirmar o resultado através do exame de sangue, que irá garantir o positivo ou negativo.

Estou com atraso menstrual e todos os sintomas da gravidez, mas o teste aponta negativo. O que fazer?


Isso também pode acontecer e causar dúvidas entre as mulheres que estão tentando engravidar. No entanto, o atraso menstrual nem sempre é sinônimo de gravidez, pode ocorrer por conta de descontroles hormonais, ingestão de determinados medicamentos ou mesmo consumo da pílula do dia seguinte. O melhor a fazer nesses casos é consultar o médico ginecologista para avaliar se existem fatores que interferem no atraso e identificar a causa do problema.