Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Domingo, dia 28 de Fevereiro - portalriomaina@live.com

Política

Clubes de Mães beneficiam 2,9 mil mulheres em Criciúma

Clubes de Mães beneficiam 2,9 mil mulheres em Criciúma

Compartilhar ideias, conhecer pessoas e aprender novas técnicas artesanais são alguns dos benefícios proporcionados pelos Grupos de Inclusão Produtiva da Associação Feminina de Assistência Social de Criciúma (Afasc). Também denominados Clubes de Mães, a iniciativa reúne, uma vez por semana, 2,9 mil mulheres em 143 grupos espalhados pelos bairros de Criciúma.

Instruídas por monitoras, as participantes confeccionam trabalhos artesanais e desenvolvem atividades que fomentam o processo de aprendizagem nos grupos. “Toda semana, nos deparamos com novidades nos encontros, além de fazer novas amizades. A gente aproveita as reuniões semanais para trocar experiências, conversar e aprender”, comenta a assistente administrativa Sirlene Ugioni, que desde abril de 2017 frequenta o Clube de Mães introduzido no City Club, no bairro Comerciário.

Somente no City Club, 23 mulheres se cadastraram para participar dos encontros. “Em regiões urbanas, o número mínimo de mulheres por grupo é 15. Elas ficam reunidas por até três horas e são beneficiadas com atividades de crochê, bordado, tricô, pintura, entre outras técnicas artesanais. Além de estimular a criatividade, as participantes aproveitam as aulas para interagir”, destaca a coordenadora dos Grupos de Inclusão Produtiva da Afasc, Nézia João Pereira.

Para ensinar as mulheres e coordenar as atividades nos Clubes de Mães, a Afasc disponibiliza 31 monitoras, capacitadas durante as últimas três semanas. “Estamos todos empolgados e dispostos a tornar os encontros inesquecíveis para as mulheres”, ressalta Nézia. As matrículas para os Grupos de Inclusão Produtiva da entidade de assistência social ocorrem entre outubro e novembro. As vagas são preenchidas até o dia 30 de março.

Texto: Jhulian Pereira
Fotos: Jhulian Pereira

GALERIA DE FOTOS