Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Domingo, dia 07 de Setembro - portalriomaina@live.com

Geral

Unesc é reconhecida como Ponto de Cultura pelo Ministério da Cultura

Unesc é reconhecida como Ponto de Cultura pelo Ministério da Cultura

A Unesc foi devidamente reconhecida pelo Ministério da Cultura como Ponto de Cultura do território brasileiro. A titulação é resultado do edital de chamamento público de projetos Culturais realizados pelo governo de Santa Catarina em 2016. O projeto “Boi de Mamão na Comunidade”, enviado pelo setor Arte e Cultura da Unesc, foi o que trouxe o título à Universidade como fomentadora da cultura no estado. Em julho deste ano, a Instituição recebeu a notícia certificando-a como um Ponto de Cultura da Rede.

Pontos de Cultura são grupos, coletivos e entidades de natureza ou finalidade cultural que desenvolvem e articulam atividades culturais em suas comunidades e em redes, reconhecidos e certificados pelo Ministério da Cultura, por meio dos instrumentos da Política Nacional de Cultura Viva.

A política governamental que intitula as entidades como Ponto de Cultura, denomina-se Política Nacional de Cultura Viva. Foi criada em 2014 com o objetivo de garantir a ampliação do acesso da população aos meios de produção, circulação e fruição cultural, a partir do Ministério da Cultura e em parceria com governos estaduais e municipais e por outras instituições como escolas e universidades.

“Boi de Mamão na Comunidade”

“A Unesc ser reconhecida como Ponto de Cultura por meio de projeto de cultura popular, abre portas para repensar a memória e a cultural regional, atuar em rede com demais Pontos de Cultura e participar em novos editais de fomento. A cultura do Boi de Mamão já foi muito forte na região e hoje vem se perdendo, então, queremos retomar a discussão dessa tradição de Santa Catarina, que tem suas raízes na cultura de base açoriana”, explica a coordenadora do setor de Arte Cultura da Unesc, Amalhene Baesso Reddig.

Com esse reconhecimento, a Universidade passa a realizar parcerias para o desenvolvimento de atividades que efetivem a titulação. “É uma grande responsabilidade, até dezembro realizaremos palestras sobre a cultura popular e outras propostas culturais que serão realizados nas escolas públicas: Governador Heriberto Hulse e Padre Ludovico Cóccolo, contribuindo para que fortaleçam os seus Bois de Mamão. Além disso, todos os eventos culturais que a Unesc realizar de agora em diante, poderá incluir o selo do Minc como Ponto de Cultura”, comenta. Também está sendo organizado o IV Encontro de Bois de Mamão, que acontecerá na Unesc em novembro e reunirá várias escolas e seus Bois de Mamão.

“A Unesc, como Universidade Comunitária que é, há muitos anos tem se tornado uma referência cultural para a região. Seu reconhecimento como Ponto de Cultura do território brasileiro, consolida seus projetos, investimentos e atuação no meio cultural”, enfatiza a reitora da Unesc, Luciane Ceretta.

Boi de Mamão da Unesc

O projeto da então Fucri, atual Unesc, nasceu em 1980 com o propósito de estudar a cultura regional e realizar apresentações com o Boi de Mamão. O atual Boi de Mamão da Universidade traz um diferencial. “Atualmente, o nosso Boi retoma a identidade da cidade, com a perspectiva e detalhes que remetem ao carvão, como por exemplo, a presença de um mineiro e uma escolhedeira de carvão entre seus personagens”, afirma Amalhene.

Texto: Setor de Comunicação Integrada - Unesc