Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Wednesday, 18 de April de 2018 - portalriomaina@live.com

Política

Vereadores começam a trabalhar no projeto da nova sede do Legislativo

Vereadores começam a trabalhar no projeto da nova sede do Legislativo

O presidente da Câmara de Vereadores de Criciúma, Júlio Colombo (PSB), reuniu-se em seu gabinete, nesta quarta-feira (18/04), com o arquiteto André Luiz Laetano, e os vereadores da comissão organizadora para uma conversa acerca da nova sede do Legislativo. Após conversa, eles foram até a futura sede (antigo prédio do Ministério Público do Trabalho) para visualizar o projeto e ver quais melhorias devem ser feitas na estrutura, já que a intenção é de que o novo prédio da Casa do Povo seja oficializado no espaço onde funcionava o Ministério Público do Trabalho, no Parque Centenário. Para isso, o espaço seria reformado e ampliado para abrigar as instalações da Câmara.

Laetano será responsável pelo projeto da nova sede de reforma do local visando à adaptação da Casa, e foi cedido pelo Município. Estiveram presentes na reunião os vereadores Miri Dagostim (PP), Aldinei Potelecki (PRB), Tita Beloli (MDB), Allison Pires (PSDB) e Zairo Casagrande (PSD), além do funcionário efetivo Giovanni Zappellini, e o chefe de gabinete Edson Peruchi.

Redução de custos

Nesta semana, o presidente do Legislativo, vereador Julio Colombo (PSB), ressaltou a redução dos custos no Legislativo. “Em relação ao primeiro trimestre de 2017 com o primeiro trimestre de 2018, a Casa Legislativa apresentou considerável redução dos empenhos, em torno de 8,9%”. Ainda em sua fala, ele acrescentou que as contas liquidadas tiveram uma redução de 6,7% e, em relação aos pagamentos, uma redução de 4,55%.

“Isso vem demonstrando responsabilidade de cada vereador na administração da verba pública”, enfatiza entusiasmado. “Prezando não somente a transparência na questão financeira, o intuito do Legislativo é também evidenciar a transparência na gestão pessoal”, acrescentou. Lembrou ainda do portal da transparência do Legislativo. “As nossas presenças são registradas e ficam expostas para todo o cidadão poder acompanhar os vereadores, bem como a transparência na questão das votações. Cada projeto fica disponível e é transparente em todos os seus aspectos”, finalizou.

Texto: Daniela Savi - JP 01970/SC